Telefone: 21-3472-1981 / 97901-7355

Clodoaldo Silva - Como vencer as barreiras Diversão, motivação e sensibilização Maior Grupo de Palestrantes Motivacionais PCD do Brasil  A primeira empresa do Brasil especializada em Palestrantes PCD Quem sabe mais faz a diferença Acerte o alvo dos seus objetivos

  CONHEÇA NOSSOS PALESTRANTES

Susana Schnarndorf. Gaúcha de Porto Alegre, tem estilo de vida voltado para o esporte

Susana Schnarndorf

Susana Schnarndorf

Gaúcha de Porto Alegre, tem estilo de vida voltado para o esporte.
Em 1995 descobriu uma grave doença degenerativa, sem cura , chamada MSA, múltipla atrofia dos sistemas ,uma doença reduz sua expectativa de vida. Se transformando em uma das histórias de luta, força e dedicação.
“Meu corpo está parando de funcionar comigo viva. Eu tenho que brigar com ele, pois tenho 40% de capacidade respiratória. Já cheguei a passar mal, ter queda de pressão. Apesar disso, não penso se vou estar andando ou conseguindo falar no ano que vem. Penso que ano que vem tem mundial, tem competição. Literalmente, o esporte me salvou” Essa doença vai paralisando todos os músculo do corpo incluindo o, pulmão e coração, mas Susana encontrou na natação paralímpica um novo começo. Suas Vitórias:
Medalha de Prata no revezamento misto nos Jogos Paralímpicos do rio 2016
Início no Paralímpico 2011 Jogos Parapanamericanos de Guadalajara 2011 3º lugar nos 400 m livres

Jogos Paralímpicos de Londres 2012 4º lugar nos 100m peito 5º lugar nos 200 m medley

Campeã mundial dos 100m peito 2013 3º colocada nos 400m livres

Clodoaldo Silva , nadador. Acendeu a pira Paralímpica no Rio.

Clodoaldo Silva

Clodoaldo Silva

O atleta paraolímpico Clodoaldo Silva, natural de Natal, no Rio Grande do Norte, conheceu a natação no ano de 1996 como processo de reabilitação. Dois anos depois, participou do seu primeiro campeonato brasileiro conseguindo ganhar  três medalhas de ouro, e não parou mais de ganhar títulos mundiais. Em quatro paraolimpíadas (Sydney 2000, Atenas 2004, Pequim em 2008 e Londres, 2012,) ele coleciona a marca impressionante de 06 medalhas de ouro, 05 de prata e 02 de bronze. Com treze medalhas paraolímpicas, é o maior ganhador, em qualidade, do esporte brasileiro em edições dos jogos paraolímpicos. Trata-se de uma trajetória esportiva marcada por muitas dificuldades, garra, abdicação, superação e muita mais muita persistência e perseverança. O nadador é considerado um dos maiores atletas  da história do Brasil e do mundo. Em 2005, recebeu do Comitê paraolímpico internacional o titulo de melhor atleta do mundo, e do COB recebeu o prêmio de hors-concours, concedido até agora só aos dois Ronaldinhos: o gaúcho e o fenômeno. Toda essa carreira de sucesso é inspiração para Clodoaldo Silva viajar o Brasil com palestras  motivacionais, nas quais conta um pouco a sua história  e comprova que tudo é possível, para aqueles que crerem. Nos últimos cinco anos foram ministradas palestras para mais de 50 empresas, entre brasileiras e multinacionais. É ainda garoto propaganda e porta-voz da empresa Furnas, Centrais Elétricas e garoto propaganda e padrinho do Projeto Time Nissan. Integra o Grupo Bandeirantes de Comunicação como apresentador de um programa voltado para pessoas com deficiência pela Bradesco Esportes FM, Bandnews e TV Bandeirantes. Uma de suas maiores vitórias, e, orgulho, é quando recebe um elogio de uma criança, sem nenhum tipo de deficiência, que fala: "Quando eu crescer quero ser igual a você". Esse é Clodoaldo Silva, campeão e exemplo de vida dentro e fora d'água.

Sara Bentes, cantora, compositora e atriz ela é premiada internacionalmente com participações em festivais de arte nos Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Tailândia e Argentina.

Sara Bentes

Sara Bentes

Cantora, compositora e atriz (registrada com DRT), Sara Bentes é premiada internacionalmente com participações em festivais de arte nos Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Tailândia e Argentina. Sua experiência musical inclui música brasileira, música internacional e música infantil, em apresentações solo, com banda, com orquestra e coro. Em 2012, em parceria com amigos e com o pai, Sergio Bentes, ela lançou seu primeiro CD infantil, intitulado “Faz Sempre Sol”. Sara integrou a companhia de teatro Mix Menestréis e o Teatro Cego, ambos em São Paulo. Atua ainda na dança – experiência em ballet clássico, dança contemporânea, dança de salão e dança do ventre, circo, tem experiência em lira. Em 2011, lançou seu primeiro livro intitulado “Fotografias Poéticas de um Olhar Viajante”, pelo Clube de Autores. Já em 2013, lançou o livro de crônicas “Quando Botei a Boca no Mundo”. É palestrante e consultora de inclusão de pessoas com deficiência. Desenvolveu o projeto “Percepções”, para o programa Fantástico (Rede Globo), uma expedição de três meses que passou por nove países da América do Sul. Foi entrevistada na novela América (Rede Globo), cantou no quadro Mulheres que Brilham, do programa Raul Gil (SBT), cantou no programa Todo Seu, de Ronie Von (TV Gazeta), entre várias outras participações em programas de TV e documentários.


É ator e humorista com deficiência visual. Gosta de interpretar e transformar as situações adversas da vida real de forma bem-humorada e divertida.

Jefinho Faria

Jefinho Faria

É ator e humorista com deficiência visual. Gosta de interpretar e transformar as situações adversas da vida real de forma bem-humorada e divertida. Atualmente, trabalha na “A Praça é Nossa”, do SBT, com personagem fixo no quadro “Os Malandros”. Já atuou em outros programas de televisão, como o “Humor na Caneca”, no programa do Jô, e o quadro “Quem Chega lá”, no Domingão do Faustão, ambos da Rede Globo. Participou do Festival Disquete e ganhou premiação na categoria Ator Revelação de Humor. Também entrou para o gênero de comédia Stand-up, com apresentações nas mais conceituadas casas de espetáculos. Realiza palestras em diversas empresas com o tema “PCD – Persistência, Coragem e Determinação”. Trata-se de uma palestra motivacional de conteúdo intenso com abordagem em diversos temas: liderança, desafios, inclusão, reconhecimento profissional, trabalho em equipe, entre outros. Tudo com muito humor e muita superação.

Assista o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=lFKrBHn6cLQ





Ricardo Steinmetz Alves, atleta medalhista paraolímpico Futebol de 5.

Ricardinho Alves

Ricardinho Alves

Nome: Ricardo Steinmetz Alves
Apelido: Ricardinho
Data de nascimento: 15 de dezembro de 1988 (27 anos)
Local de nascimento: Osório – RS
Residência: Porto Alegre - RS
Time atual: AGAFUC (Associação Gaúcha de Futebol para Cegos)
Posição: ala-esquerda
Número da camisa: 10
Seleção brasileira: desde os 15 anos (primeira convocação) é o capitão

HISTÓRIA:


Aos seis anos, Ricardinho Alves começou a luta contra o problema de visão (descolamento de retina).
Até os oito foram cinco cirurgias, mas não conseguiu a cura. O garoto que adorava futebol achou que o sonho de virar jogador profissional tinha acabado. Para que Ricardinho pudesse levar uma vida melhor, os pais se mudaram com toda a família de Osório para Porto Alegre. Na capital, ele começou a estudar no Colégio Santa Luzia, uma referência para deficientes visuais. Lá conheceu o professor Dodô, que o incentivou e descobriu todo o talento de Ricardinho para o futebol de 5. Os treinos deram certo. Ricardinho utiliza toda a memória visual (cores, formato) da infância para fazer os movimentos. Ele acha que o fato de já ter enxergado o ajudou e ainda ajuda muito. Quando começou a treinar, tinha tudo bem vivo na memória. A maneira de chutar a bola, o passe, o drible ...
Aos 12 anos, Ricardinho já jogava contra meninos de 15 a 17 anos, e, com 15, foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira.



Espirito de vencedor



Futebol de 5 no Parapan from MPIX on Vimeo.



Não tem explicação eu entreguei na mão de Deus



Mundial de Futebol de Cegos (Futebol de 5) 2014 | Vídeo Release 24/11 Parte 2 from MPIX on Vimeo.

 Rosinha Santos eve a perna amputada depois de um acidente e mudou sua vida desde então. Rosinha, como é conhecida, trocou a vida de empregada doméstica pela de atleta. No atletismo, ela achou seu talento nas provas de arremesso de peso e lançamento de disco.

Rosinha Santos

Rosinha Santos



A pernambucana Roseane Ferreira dos Santos teve a perna amputada depois de um acidente e mudou sua vida desde então. Rosinha, como é conhecida, trocou a vida de empregada doméstica pela de atleta. No atletismo, ela achou seu talento nas provas de arremesso de peso e lançamento de disco. Em sua estreia paraolímpica, em Sydney-2000, Rosinha conquistou o ouro em ambas. Ela ainda participou dos Jogos de Atenas-2004 e Pequim-2008.

Exemplo de obstinação e garra. Essas são as palavras que resumem a vida e carreira da atleta Rosinha.

Em suas palestras Rosinha leva um pouco da sua experiência de vida, deixando uma mensagem de superação e vitórias para os colaboradores, fato que modifica a visão desses dentro das corporações.

Confira a reportagem do Esporte Fantástico com a Rosinha Santos: Clique aqui para assistir

Evandro Bonocchi é ator profissional, estrategista em vendas e coach. Ficou paraplégico em 2005, após ser vítima de um acidente de motocicleta. Como cadeirante já realizou façanhas incríveis.

Evandro Bonocchi

Evandro Bonocchi

40 anos, é ator profissional, estrategista em vendas e coach. Ficou paraplégico em 2005, após ser vítima de um acidente de motocicleta. Como cadeirante já realizou façanhas incríveis. A maior até agora foi percorrer o desafiador Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, uma rota de 790 quilômetros. Realizou esse feito inédito em 2013 – ao lado de outro companheiro cadeirante – por meio de uma bicicleta adaptada para se pedalar com as mãos. Criou duas palestras especiais sob o tema "Tocando a Vida sobre Rodas" e Resiliência, com qual realizou eventos em grandes corporações como a Embraer, Bradesco Seguros, TOTVS, Faap, Univap, ETEP, Embratel, Poupa Tempo, World Bike Tour, entre outras. O conteúdo aborda temas gerais do trabalho em equipe, metas e objetivos, superação de obstáculos e grandes mudanças. Quer saber um pouco mais sobre ele? Dá uma olhada nesse trechinho de uma das suas palestras. "Não se conforme com as críticas. Não dê ouvido aos nãos. Desacredite dos limites, e, principalmente, acredite em seus sonhos. Planeje, trace a estratégia e vá para a ação, pois sem atitude, nada é possível. O nome desse jogo é vida. E a regra para a vitória: a resiliência".



Veronica Hipolito , atleta paralímpica, vice-campeã das paralimpiadas 100m rasos e 3 colocada nos 400m rasos Paralimpíada do Rio.

Veronica Hipolito

Veronica Hipolito

Nascida em São Bernardo do campo, se encontrou no judô com 10 anos, mas, com 13 anos ( 2009 ) descobriu um Tumor na cabeça e teve que fazer uma cirurgia para a retirada dele. Após isso, não podia mais tomar impactos do quadril para cima e teve que sair da modalidade. Seu pai a incentivou a praticar atletismo após um festival, quando ela tinha 14 anos, mas com 15 (2011) teve um AVC e o lado direito do corpo paralisado. Voltou a andar tendo o atletismo como parte da reabilitação, e em 2013 passou a fazer parte do movimento paralimpico, mesmo ano que ganhou o campeonato mundial de atletismo. Verônica é mais uma que leva consigo histórias de superação e garra, que com certeza vai motivar todos que assistirem sua palestra.

Títulos :

Campeã mundial 200m rasos e vicd campeã 100m rasos
Campeã Parapanamericana 100,200,400m rasos e vice campeã do salto em distância
Vice campeã das paralimpiadas 100m rasos e 3 colocada nos 400m rasos ( Paralimpiadas do Rio )
Recordista das Américas 100, 200, 400m rasos e salto em distância.


Jessica Paula, Jornalista especializada em reportagem especial, documentário e política internacional em Madri.

Jessica Paula

Jessica Paula


Jornalista formada pela Universidade de Brasília. Se especializou em reportagem especial, documentário e política internacional em Madri. Deficiente física desde os 6 anos de idade, ela usa suas muletas para ensinar pessoas a transformarem problemas em sucesso.
Andou, sozinha, por mais de 20 países. Conheceu tribos indígenas, campos de refugiados, trabalhadores escravos, ciganos, dentre outras experiências. Em seu último trabalho viajou, também sozinha, para áreas de risco entre Etiópia, Sudão, Sudão do Sul e Uganda, e escreveu material inédito sobre o conflito da região. Um livro premiado.
É diretora de formação e capacitação do Sindicato dos Escritores – DF. Atua como palestrante, escritora, consultora em desenvolvimento pessoal e empreendedora.

Jefferson Maia com formação em Pedagogia. É autor de palestras motivacionais pelo Brasil.

Jefferson Maia

Jefferson Maia

Profissional com formação em Pedagogia. É autor de palestras motivacionais pelo Brasil, oficinas de arte e sensibilização, além de projetos sociais voltados para as pessoas com deficiência. Ficou tetraplégico há 27 anos, após ser atingido por um tiro na coluna cervical em decorrência de um assalto. Lesão que posteriormente foi agravada num acidente de carro, provocado pelo consumo de bebida alcoólica.  É artista plástico, e pintor exclusivo da APBP  (Associação de Pintores com a Boca e os Pés), com obras reproduzidas em calendários e cartões postais, atuando em várias exposições e concursos. Também exerce outras atividades. É agente de Educação da Operação Lei Seca; Conselheiro/Colunista do Jornal Na Luta; Capitão da 1ª seleção de Rugby nos jogos da Colômbia em 2008; Coleciona títulos nas provas de Pesca Desportiva Adaptada da Confederação Brasileira de Pesca  (CBPDS), é ex-coordenador e fundador da Alas PCD’S e da G.R.E.S Tradição e das Mirim, Estrelinha da Mocidade e Mel do Futuro. “As diferenças entre os indivíduos são as únicas certezas que nos assemelham, ou seja, são exclusivamente por essas diferenças que somos iguais; No nosso coletivo somos grupo e não bando; pois é no grupo que podemos ter coesão; E se somos únicos em nossas características temos especificidades, que podem agregar potencialmente construindo o todo; Podemos ter no âmago, com orgulho a razão do ter e de ser: indivíduo.”

Assista o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=nyqEXJtTgnY



Adria Santos, maior medalhista paralímpica mulher do Brasil, velocista com 13 medalhas paraolímpicas.

Adria Santos

Adria Santos

Maior medalhista paralímpica mulher do Brasil, 06 Jogos paraolímpicos, 13 medalhas paraolímpicas, 76 medalhas internacionais, 583 medalhas nacionais.
Adria perdeu a visão devido à retinose pigmentar e do astigmatismo congênito, perdendo totalmente a visão em 1994. Começou a carreira de velocista em 1987, aos 13 anos de idade, no Instituto São Rafael, em Belo Horizonte. Hoje exerce a profissão de Agente motivacional da empresa Tupy na cidade de Joinville. Com uma trajetória de vitórias e superação, Adria está preparada para levar para sua empresa e equipe, histórias de superação, motivação e garra.

Confira a reportagem do Globo Esporte sobre a atleta Adria Santos. Clique aqui para assistir.

Luciano Montanha

Luciano Montanha

Luciano Montanha, 34 anos, é natural do Rio Grande do Norte. Há 7 anos, por intermédio de um convite de amigo, iniciou a carreira de atleta paraolímpico (levantamento de peso). Logo na primeira competição, em 2009, levantou 70 quilos. Hoje, Luciano dobrou seu limite, levanta uma média de 140 a 145 quilos. É tetracampeão brasileiro; medalha de bronze no Parapan-Americanos de Toronto, no Canadá (2015); medalha de bronze no regional das Américas (Cidade do México); medalha de ouro no mundial de anões nos Estados Unidos, entre outras conquistas. Com esse desempenho na modalidade, foi convidado pela equipe de organização dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 para fazer um vídeo promocional do evento. Esse comercial foi usado para uma campanha de venda de ingressos dos Jogos Paralímpicos. A partir desse vídeo, que fez muito sucesso, criou uma palestra motivacional e realiza eventos em todo brasil. Por meio de sua experiência com o esporte, ele indica o caminho para a vitória nos mais variados desafios que enfrentamos no dia a dia. Já palestrou em diversos eventos corporativos, governamentais, em universidades, além de participar de programas inclusivos em instituições como o SESC.



  SUPERAÇÃO

O que torna uma pessoa extraordinária? Seus feitos, suas habilidades ou sua capacidade de se superar? Assista ao vídeo e terá essa resposta.